Arquivo do mês: janeiro 2012

voadores

a atração principal? como as pessoas reagiriam?

Anúncios

twrh – evidência V

e os 90 começaram, anos universitários e malucos, com a evidência V. hollycrap! de longe a bunda mais generosa do time das ruivas. assustou-o um pouco quando começou a falar de sua psicóloga mas aquela bunda era demais para ser simplesmente ignorada por causa de uma instabilidadezinha emocional qualquer. claro que se fodeu porque a evidência V terminou flagrando-o com a evidência M, que fazia parte da lista das morenas e tinha uma bunda maior ainda.

agnóstico, ateu, relapso

noutro dia escrevi a seguinte linha em uma mensagem: “às vezes quase acredito em magia simpática”. o ‘quase acredito’ aí em cima deve-se a meu agnosticismo empedernido ou ao meu ateísmo relapso, entenda como quiser.
por exemplo…
bom, acho melhor deixar os exemplos em stand-by por causa de duas ou três superstições que incluem, entre elas, a noção de que falar de algo que está dando certo pode prejudicar o andamento do que quer que seja esse ‘algo’.
hm, pensando comigo mesmo: será que conseguiria ser mais vago se tentasse?
– email, entrada, entre domingo e segunda, subject (censurado – mas tem a ver com hqs);
– email, entrada, segunda, subject ‘uma notícia ruim e uma boa’;
– email, entrada, terça, subject ‘do além 2’.
————————————————————————————————————————
minha capacidade de foder as mãos (não desse jeito!) atingiu um novo patamar quando esfolei o indicador da direita enquanto descongelava a geladeira, ‘esfolei’ significando ‘deixei em carne viva’.
isso foi antes de voltar a atacar um troço inominável que pus em movimento ano passado e, parece, vai render alguns frutos. não, se é inominável, é inominável, não dá pra falar a respeito. só que tem um plot que está sendo decupado em 72 páginas de algum formato narrativo.
é, eu sei.
bom, talvez não saiba.
dane-se.

irreversível

é, pra começar bem o ano, deletei o Labirinto(blogsome) original, Imakinaria(blogsome) e migrei tudo que tinha lá pra versão 2.0. quem quiser ler (ou reler) as aventuras de Lucas e Lúcio além das prosas curtas que tavam no LabPrime é só dar uma passadinha.

o acaso, como sempre se pode esperar, fica no meio do caminho, como a pedra clássica do Drummond. escrevi esta 1ª linha na 2ªfeira e embora os ordinais estejam na ordem do dia, sabemos que pouco significam no grande esquema das coisas.

o que era irreversível perde o prefixo de negação desde que se espere por tempo suficiente. pergunte pro Ilya!