mais do mesmo

 

Sabe, o grande lance de pensar no que escrever a seguir é que, mais cedo ou mais tarde, pode levar uma semana (como o caso atual) ou mais tempo ainda, não deixo de pensar, a idéia não morre e, inevitável, escrevo.

 

Daniel, que me persegue (ou a quem persigo) por toda vida, me perturba mais uma vez de meu torpor vitalício.

 

Tudo começou por causa do questionamento a respeito do roteiro… sobre o qual já escrevi um tanto em outra ocasião. Daniel não se acredita capaz de trabalhar a partir de um roteiro detalhado escrito por outrem. Daniel prefere escolher os textos que lhe agradam e adaptá-los ele mesmo. O que me deixa irritado não é saber que, por conta disso, o mais provável é que não trabalharemos juntos (praticamente já desisti de escrever quadrinhos a essa altura), mas pensar (!) a respeito do que seria sua dificuldade. Se Daniel consegue pegar um texto literário (digamos, com narrativa em off, diálogos, descrições, digressões, enfim all the shebang) e contá-lo visualmente, qual o problema de pegar um roteiro (que pode ter exatamente os mesmos elementos que o texto literário, só que já distribuídos, organizados, o que seja) e interpretá-lo a seu bel prazer? Torná-lo seu?

 

Cáspite!

 

Isso me faz lembrar do bom e velho Bernie (Krigstein), conhecido por seu trabalho na EC nos idos de 50 (MASTER RACE pipoca na memória), que brigava com seu editor pela possibilidade de quebrar um roteiro em mais páginas… da ignorância do dito cujo quanto às alternativas de se narrar uma história visualmente e do verdadeiro sacrilégio de negar a Bernie liberdade total e irrestrita na composição de suas páginas… o que ele deixou que fosse feito, um trabalho de miniaturista, foi quebrar a história em mais painéis, sem alteração do número de páginas.

 

Talvez o mundo dos quadrinhos não estivesse pronto pruma narrativa cinematográfica (apesar de Eisner ter provado o contrário com o SPIRIT na mesma época) e preferisse suas histórias verbal e visualmente redundantes…

 

Show, don’t tell!

 

De qualquer jeito, escrevi alguma coisa, apesar de não lembrar mais qual a intenção original.

 

Ah, é! Siga o exemplo de Bernie! Capte, adapte, torne-o seu! HQ pode ser autoral mesmo quando feita em colaboração… mesmo os melhores roteiristas do mundo seriam NADA sem um intérprete que lhes emprestasse brilho.

 

Bernie é lembrado até hoje, mas… quem escreveu aquele roteiro, mesmo?

Anúncios

3 Respostas para “mais do mesmo

  1. Pingback: Prismarte | Histórias em Quadrinhos - HQs de Daniel • DS.art.br

  2. Pingback: Como fazer uma história em quadrinhos | Histórias em Quadrinhos - HQs de Daniel • DS.art.br

  3. AOS PROFISSIONAIS DOS QUADRINHOS BRASILEIROS,
    considere este convite especial um desafio!

    Estou em Boston Eua, trabalhando no projeto do Filme
    Cavalheiro de Crystal & O Oitavo Indigo que tem a participação especial de Bill
    Gates. Minha missão aqui na cidade de Boston e dar continuidade no planejamento
    do roteiro do filme ” Cavalheiro de Crystal & O Oitavo índigos” – Missão RIOVATICANO.

    você poderá pensar se sou Roteirista!!! não sou Roteirista, mas escrevi este roteiro de
    longa metragem por uma necessidade de atender uma Super Gincana Internacional no
    formato de Copa Mundial de Mindball Pari Passu para ONG World Of Mindball e que deverá
    ser realizada no Brasil no ano 2010.

    O projeto foi elaborado para ser realizado em 6 cidades brasileiras mais
    cidade de Boston e Torino, totalizando 8 cidades com 8 atividades distribuídas em
    Ciclos: Literatura – Xadrezvivo – Teatro – Festival de Música e Cinema – Documentário
    de fotos 360 graus – Mindball Adaptado – Mindball A Quilo/Talento/Família – Mindball
    Adaptado com foco ao 40 mil jovens adolescentes selecionados destas 6 cidades
    brasileiras com a participação dos brasileiros imigrantes. Sai no Brasil este mês de maio
    com a missão de conseguir formalizar contato com Roberto Carminatti(que mora em Boston) e
    Bill Gates(que mora em Seattle).

    Segundo minhas pesquisas, a possibilidade do roteiro ” Cavalheiro de
    Crystal & Oitavo Índigo” ser aprovado pela Lei Federal de Incentivo à Cultura
    (Lei Rouanet 8.813), só poderia acontecer se o roteiro apresentasse a participação
    de atores e atrizes famosos!!!!!!

    Depois destas informações,tomei uma decisao e aceitei o desafio de colocar o projeto
    do filme que faz parte de um grande projeto da ONG World Of Mindball na mesa dos
    responsáveis pelas nossas políticas públicas (municipal, estadual e nacional),
    para isto ser possivel seria necessario definir a tal estrela! Isto foi no
    inicio do ano de 2007. Com a experiencia adquirida neste 24 anos dedicado como
    voluntario na ONG Mindball e entender as dificuldades de conseguir ter
    recursos financeiros do governo sem se envolver com as politicas e com os
    politicos e a unica saida seria buscar ajuda fora do Brasil. Trabalhei um ano fazendo
    o ROTEIRO. E no universos das ESTRELAS optei em buscar auxilio nas ONGs
    internacionais e escolhi a FUNDACAO BILL & MELINA GATES. Com a possibilidade
    de conquistar a participacao do bilionario que na época decidiu aposentar das
    suas atividades profissionais para dedicar exclusivamente a Fundação.

    Ficou definido a personalidade(estrela) que devera fazer o papel do CAVALHEIRO CRYSTAL
    ao lado do CARROCEIRO ANTONIO LUCIO, jovem muito pobre que foi queimado vivo em uma
    carvoaria. e o demais personagens do filme serão selecionados entre os 40 mil jovens
    adolescentes carentes e seus familiares.

    Como o filme vai relatar a HISTÓRIA Antonio Lúcio Carroceiro hoje com 41 anos e
    foi queimado vivo aos 16 anos trabalhando em carvoaria na cidade de Unaí – Minas Gerais
    com adaptação do meu livro Malandros Surpresos & Bandidos Perplexos(inédito, 1984),
    que relata a Bioética com a experiência do implante de chisp no cérebro de malandros
    e bandidos e a escolha da palavra em latim PARI PASSU significando os dois ângulos do
    sentido da palavra(lado a lado ou simultaneamente), possibilitando a criacao do Cavalheiro de
    Crystal(bilionário famoso do mundo da tecnologia), ai! arrumei as malas e apresentei
    o projeto a imigracao americana e conseguir o visto de trabalho (B) para entrar
    no Eua como jornalista.

    Organizei meu plano para chegar até Seatte, mas fiz também uma pesquisa para
    escolher um diretor para realizar a produção do filme é tambémt cheguei até ao
    Roberto Carminetti que passou por uma experiência fantástica com o filme
    “A Fronteira” e ainda neste semestre com “Soberania Nacional com Tiago Lacerda,
    Cristane Torloni e Milton Gonçalves, mas conseguir chegar em Boston e apresentei
    o projeto para o Charles Carminatti, irmão de Roberto. Desta reuniao conseguir avançar
    com a possibilidade de filmar em outubro de 2009 a parte final do filme em Boston
    em função de ter um custo baixo e facilitaria para os oito minutos da participacão de
    Bill Gates, pois como os restante sera realizado por um Doble mascarado e sera no
    tribunal que realmente o público ficará conhecendo o Cavalheiro de Crystral que
    fiananciou o projeto piloto do implante do chisp e os oito jovens incluindo o
    Carroceiro Antonio Lúcio que tinha o rosto total desfigurado pela queimadura do
    acidente e participa da equipe dos 8 Índigos com a missão de prender os bandidos e
    entregar a equipe de médicos no Navio WBG que realiza o implante e depois libera o
    bandido ou o malandro. No Rio de Janeiro acontece a prisão de um bandido da lista e
    quando foram avaliar a ficha deste bandido, acontece uma surpresa!!!

    Era um politico do primeiro escalão do governo federal e neste momento o Governo
    Brasileiro decreta prisão ao aos 8 jovens e coloca a policia federal para encontra
    com o Chefe dos Indigos, neste caso era Cavalheiro de Crystal – Bill Gates. São
    ao deportados para a cidade de Boston onde aontece o julgamento e no tribunal e que
    acontece ja no final do filme a participação de Bill Gates tirando a máscara.

    Final muito interessante!

    E agora! Quando cheguei em Boston a imigração cortou dos 6 meses de permanência
    pela metade, autorizando somente 90 dias. Ficou impossivel
    chegar até a Seatte, onde encontraria com Bill Gates. Os 6 meses seria o tempo
    suficiente para conseguir dinheiro para sai de Boston e chegar ate Bill Gates,
    mas agora estou reorganizando o plano.

    Já enviei o projeto para Bill Gates, através do correio, e acertando para o
    mês de maio de 2009 a minha volta ao Eua com o objetivo de formalizar a participação
    do ilustre BillGtaes.

    Um filme que vai abordar assuntos importantes como a exploracao mão de obra infantil
    nas carvoarias, depois em Brasília com as cenas do político com implante do chisp no
    cérebro e que depois da cirurgia volta para Brasilia denunciando tudo e todos,
    outra parte do filme rodado em Ananindeua é um município brasileiro do estado do Pará,
    nesta parte o filme denúncia a desvatação da Amazônia. E na Ilha de Tupinambarana,
    uma ilha fluvial no rio Amazonas. Depois o filme passa pelo Rio de Janeiro que prende
    entre os bandidos para serem implantados um político que muda a história por
    desconfiança do governo brasileiro que entende que A MISSÃO RIOVATICANO teria um
    outro significado como fosse a emancipação do Rio de Janeiro no mesmo modelo do
    Vaticano na Itália.

    Uffa!!! Contei quase tudo, mas, a parte principal é que estou voltando para o Brasil
    em agosto e tenho que fazer a minha parte para com que os quarenta mil jovens brasileiros
    (14 a 19 anos) inscritos na Super Gincana Internacional possam receber a educacão
    continuada através dos resultados financeiros deste filme (14 a 19 anos) que vão
    receberem a participação de estudantes de 64 paises.

    Agora estou reorganizando e tudo isto foi realizado com meu dinheiro (aponsetadoria
    de R$ 1.600,00)a viagem foi feita através de financiamento de 5 anos e estarei buscando
    outro financiamento para voltar. Mas, acredito que os idealistas de plantao na
    internet vao poder me ajudar e neste momento estou enviando o meu pedido de ajuda, nao
    quero dinheiro, quero somente auxilio profissional e estou onvidando ao ilustre A.MORAES
    para participar da REVISTA EM QUADRINHOS “CAVALHEIRO CRYSTAL & O OITAVO INDICO”e será
    uma forma de pressionar os secretarios culturais do nosso Brasil a apoio o nosso
    projeto.

    Toninho

    Por gentileza. Estarei aguardando seu retorno!!

    Telefone: Boston Eua 617 697 3106 Brasil Divinopolis MG 37 3221 4667
    E mail? ricobostonusa@aol.com elizabethmachado@uaivip.com.br

    Antonio Machado

    Presidente

    ONG Wold Of Mindball